Grandes Arquitetos: Imhotep

Então, irei falar sobre o grande arquiteto egípcio Imhotep. Ele chegou a fazer parte das ilustrações de uma estátua do faraó, uma coisa muito rara pra um mortal. Após sua morte recebeu o status de divino, mesmo fazendo parte de um grupo de plebeus. Lembra do filme “A Múmia”?? Pois é, o vilão da história é o mesmo Imhotep de quem estamos falando. O personagem do filme foi inspirado no arquiteto egípcio, mas isso não quer dizer que nosso amigo arquiteto era um cara maligno e vingativo, essa era só uma imagem preconceituosa dos americanos.

Além de arquiteto, o cara também foi filósofo e poeta, sua existência foi comprovada através de inscrições feitas no pedestal da estátua do faraó Djoser. A sepultura de Imhotep foi construída por ele mesmo e nunca foi encontrada, pois foi escondida com absoluto cuidado, e continua desconhecida até hoje.

Ele foi o criador das lendárias pirâmides egípcias. O motivo pelo qual elas tem aquele formato é interessante, era para quando o faraó morresse, ele a usasse como escadaria para chegar até o céu. Havia uma necrópole real onde o faraó descansaria em paz e em cima dela a pirâmide era constituída.

Pirâmide de Sakkara

Alguns consideram o arquiteto Imhotep como o primeiro gênio da humanidade. Ele era o mais importante ministro do reino e dominava a escrita, que antigamente era uma arte. Foi responsável pelo primeiro conhecido edifício de pedra monumental do mundo, a Pirâmide de Sakkara.

O mais impressionante é que Imhotep foi considerado um deus, pelo menos lá em Menphis onde ele foi glorificado pelas suas habilidades como médico e curandeiro. Foi considerado um intermediário entre homens e deuses, isso que dizer que o primeiro gênio da humanidade além de ser um venerável arquiteto foi considerado uma divindade.

A construção das pirâmides botou milhares de egípcios para trabalhar duro e o projeto possuía inúmeros cálculos matemáticos.

Fontes: BBC, Wikipédia, Historiazine.